entrar  Esqueceu a senha?   ou 
Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao conteúdo
 
destaque
Bruno Baquete
Colaborador

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em 2010. Mestrando em Ciências do Desporto na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) (Aluno Especial).

Dentre os trabalhos mais recentes foi analista de desempenho tático para técnicos e equipes de futebol. Foi treinador adjunto na base do Paulínia F. C e A.A. Ponte Preta. Foi coordenador técnico de escolas de futebol. Atualmente é assistente técnico nas categorias de base do Sport Club Corinthians Paulista.

Nos anos de 2010 e 2011 participou como professor convidado de cursos de graduação e pós-graduação na Universidade Gama Filho e na Universidade Estadual de Campinas.

Além disso foi professor no curso Curso Master em Técnica de Campo promovido pela Federação Paulista de Futebol em parceria com a Universidade do Futebol.

Dedica-se ao estudo e aplicação de uma metodologia pautada nas novas tendências do treinamento esportivo no futebol.

Coluna
O esquema tático: o losango da linha média
Como a equipe se comportará nos diferentes momentos do jogo? Confira exemplos práticos de três atividades
27/11/2011

Adicionar aos favoritos
Adicionar aos favoritos

Na coluna "O esquema tático: estruturando a linha defensiva" abordei o papel do esquema tático dentro do Modelo de Jogo e me aprofundei na dinâmica da linha defensiva no 1-4-4-2 zonal.

Nesta semana vou continuar a discussão sobre o esquema tático e a dinâmica de posicionamento dos jogadores; agora com a linha do meio-campo.

No 1-4-4-2, no 1-3-4-3, no 1-5-4-1 ou em outro esquema com quatro jogadores na linha média, posso adotar algumas dinâmicas de posicionamento. No Brasil, o mais popular deles é o "quadrado" onde se joga com dois volantes e dois meias. Em nosso futebol é comum observarmos também o "losango" no meio, onde se joga ou com três volantes e um meia (mais comum) ou com um volante e três meias. Na Europa é comum observarmos os jogadores dispostos em linha no meio-campo.

Esses são posicionamentos básicos, contudo cada um deles influencia em toda a organização da equipe. Vejam que no posicionamento em "linha" tem um bom equilíbrio horizontal, mas pode se ter dificuldades para marcar em bloco alto. Já no "quadrado" não se tem um bom equilíbrio na linha média, mas se pode pressionar mais a frente. No "losango" há um equilíbrio maior entre a ocupação em largura e em profundidade da linha média, mas há chance de ter dificuldades quando a bola entra nas costas dos meias/volantes das laterais. Esses são apenas pontos básicos que devem ser observados em cada uma das formações.

Volto a destacar que o esquema tático por si só não pode ser a única referência da equipe - ele deve se integrar sinergicamente com os demais conteúdos do Modelo de Jogo da mesma.

Como as implicações são quase que infinitas nas diferentes disposições dos jogadores na linha média, vamos nos focar agora no "losango".

O intuito aqui não é esgotar as possibilidades nem as discussões sobre tal posicionamento, mas mostrar como ele pode ser definido e treinado na prática.

Então, vamos lá:

No Modelo de Jogo de uma equipe hipotética, o treinador definiu que a mesma estruturaria sua linha média no losango. Na organização defensiva, os jogadores desta linha deveriam se posicionar em zona fechando a região central do losango e direcionando o adversário para as laterais do campo a fim de recuperar a bola nesses espaços.

 

Na transição ofensiva, os jogadores dessa linha devem se deslocar rápido a fim de tornar o campo grande para a equipe. O jogador mais avançado do losango tem a missão de criar rápido uma linha de passe para frente para o jogador que recuperou a bola - se ele foi este jogador, deve buscar progredir no campo de jogo ou buscar um passe em profundidade para os atacantes.


 

No momento ofensivo, os jogadores da linha do meio devem estar dispostos de uma forma equilibrada tanto horizontal como verticalmente, e os meios/volantes das laterais do losango devem jogar cada um em sua metade do campo, podendo haver trocas. O volante menos adiantado deve se posicionar fazendo o balanço da jogada e o meia ofensivo deve sempre criar linha de passe em progressão para seus companheiros.


 

Na transição defensiva, os jogadores devem recompor atrás da linha do meio e fechar os espaços evitando a progressão da equipe adversária.


 

Definida a forma como a equipe se comportará nos diferentes momentos do jogo quando a ocupação do espaço em relação ao esquema tático for necessária, vamos ao treino.

Apresento abaixo, como de costume, três atividades práticas para o desenvolvimento da dinâmica da linha média em losango da equipe hipotética em questão.

Atividade 1

Descrição

- Atividade de 4 X 5, em que o objetivo da equipe composta por quatro jogadores é, sem bola, proteger o meio e, com bola, buscar um passe rápido para fora do quadrado. Já a equipe composta por cinco jogadores deve buscar, com bola, um passe na região central do campo e, sem bola, deve pressionar o adversário.

Regras e Pontuação

Equipe amarela
- Marca um ponto se algum jogador de sua equipe receber um passe após a linha tracejada (fora do quadrado).

Equipe azul
- Marca um ponto se fizer um passe para o jogador dentro do losango menor, na região central do campo.


Atividade 2

Descrição
- Atividade de 4 X 5 + Coringa , em que o objetivo da equipe composta por quatro jogadores, sem bola é proteger os golzinhos e recuperar a bola nas laterais do campo; e, com bola, fazer um passe para um jogador a frente da linha tracejada. A equipe composta por cinco jogadores faz o gol nos golzinhos e deve impedir a progressão do adversário. Coringa joga para a equipe que está com a posse de bola.

Regras e Pontuação

Equipe amarela
- 1 ponto quando recuperar a bola nas laterais do campo.
- 1 ponto quando fizer o passe para um jogador a frente da linha tracejada vermelha.

Equipe Azul
- 1 ponto quando fizer o gol nos golzinhos.


Atividade 3

Descrição
- Atividade de 8 X 11, em que o objetivo da equipe da defesa é proteger os golzinhos, recuperar a bola nas laterais do campo e, com bola, deve passar com a bola dominada ou fazer um passe para um jogador a frente da linha tracejada. Equipe que ataca pode fazer o gol nos golzinhos ou no gol oficial; sem bola, deve impedir a progressão do adversário.

Regras e Pontuação

Equipe amarela
- 1 ponto quando recuperar a bola nas laterais do campo.
- 2 pontos se passar com a bola dominada ou fizer um passe para um jogador a frente da linha tracejada vermelha.

Equipe azul
- 1 ponto se fizer gol nos golzinhos.
- 3 pontos se fizer o gol no gol oficial


Os conteúdos se integram!

Até a próxima!

Para interagir com o autor: bruno@universidadedofutebol.com.br

Tags: Posse de Bola , Sistema defensivo , sistema ofensivo , modelo de jogo , Tática , defesa , ataque , meio-campista , treinamento , exercícios

UNIVERSIDADE NO FACEBOOK

©2013 Universidade do Futebol